Meio Ambiente e Sustentabilidade



São Vicente é uma cidade litorânea com mais da metade de seu território inserido em unidades de conservação e, apesar destas áreas protegidas, o meio ambiente do município vem sofrendo diretamente com a degradação dos seus rios, mangues, praias, solo, áreas florestadas e suas diversas formas de vida, consequência das atividades humanas mal planejadas.


Temos um rico patrimônio ambiental composto por ecossistemas diversos que fornecem serviços ambientais importantes para a qualidade de vida da população e para a geração de oportunidades de desenvolvimento sustentável. A pesca, a proteção contra enchentes, a purificação do ar e da água, a redução dos impactos climáticos, dependem de ecossistemas saudáveis.
O avanço desordenado das ocupações sem a infraestrutura necessária, a falta de tratamento e destinação adequados de resíduos sólidos e esgotos, a destruição de manguezais, provocam grande degradação e uma imagem de descuido e abandono na nossa cidade. Nossos índices ambientais precisam ser melhorados, para que a qualidade de vida da população também melhore.
Além disso estamos diante dos problemas causados pelas mudanças climáticas globais que, entre outros efeitos, geram tempestades mais violentas e aumento do nível do mar. Tudo isso demanda a necessidade de uma nova direção responsável nas políticas e ações do governo municipal nesta área.
Agindo para frear a destruição do meio ambiente, diminuindo os impactos negativos da intervenção humana e, otimizando a recuperação e uso sustentável dos bens ambientais, estaremos preservando nossa casa, que é a nossa cidade, melhorando as condições de vida de todos em São Vicente.
Visando o desenvolvimento sustentável do município, apresentamos as propostas relativas ao meio ambiente. É importante destacar a referência nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU que trazem diretrizes para promover a prosperidade e bem-estar, com ações que diminuam a pobreza, protejam o meio ambiente e enfrentem as mudanças climáticas. As melhorias nas condições de vida da população vicentina virão através de programas e projetos de governo que terão como base PARCERIAS; a VALORIZAÇÃO DOS RECURSOS que a cidade tem, e a PARTICIPAÇÃO SOCIAL, que é o envolvimento de toda a comunidade. Precisamos cuidar da natureza que nos cerca e do povo vicentino.


✅Promover a Educação Ambiental

em todos os setores da sociedade: munícipes, instituições públicas e privadas, empresas e outros;

✅Incentivar o Turismo Comunitário

(ecoturismo) na zona rural e próxima às áreas de preservação da cidade;

✅Readequar o processo de Coleta Seletiva

com estímulo às cooperativas de reciclagem, ao uso de compostagem urbana, e incentivo à logística reversa;

✅Recuperar as condições das praias

rios, mangues e Mata Atlântica em parceria com a CETESB, SABESP, IBAMA e Universidades (pesquisa);

✅Arborizar os bairros da cidade

e recuperar praças para dar mais qualidade ambiental e a paisagem urbana;

✅Combater crimes ambientais

com o fortalecimento da Guarda Municipal;

✅Ampliar serviços e programas de saúde e defesa animal.

Meio Ambiente e Sustentabilidade



São Vicente é uma cidade litorânea com mais da metade de seu território inserido em unidades de conservação e, apesar destas áreas protegidas, o meio ambiente do município vem sofrendo diretamente com a degradação dos seus rios, mangues, praias, solo, áreas florestadas e suas diversas formas de vida, consequência das atividades humanas mal planejadas.
Temos um rico patrimônio ambiental composto por ecossistemas diversos que fornecem serviços ambientais importantes para a qualidade de vida da população e para a geração de oportunidades de desenvolvimento sustentável. A pesca, a proteção contra enchentes, a purificação do ar e da água, a redução dos impactos climáticos, dependem de ecossistemas saudáveis.
O avanço desordenado das ocupações sem a infraestrutura necessária, a falta de tratamento e destinação adequados de resíduos sólidos e esgotos, a destruição de manguezais, provocam grande degradação e uma imagem de descuido e abandono na nossa cidade. Nossos índices ambientais precisam ser melhorados, para que a qualidade de vida da população também melhore.
Além disso estamos diante dos problemas causados pelas mudanças climáticas globais que, entre outros efeitos, geram tempestades mais violentas e aumento do nível do mar. Tudo isso demanda a necessidade de uma nova direção responsável nas políticas e ações do governo municipal nesta área.
Agindo para frear a destruição do meio ambiente, diminuindo os impactos negativos da intervenção humana e, otimizando a recuperação e uso sustentável dos bens ambientais, estaremos preservando nossa casa, que é a nossa cidade, melhorando as condições de vida de todos em São Vicente.
Visando o desenvolvimento sustentável do município, apresentamos as propostas relativas ao meio ambiente. É importante destacar a referência nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU que trazem diretrizes para promover a prosperidade e bem-estar, com ações que diminuam a pobreza, protejam o meio ambiente e enfrentem as mudanças climáticas. As melhorias nas condições de vida da população vicentina virão através de programas e projetos de governo que terão como base PARCERIAS; a VALORIZAÇÃO DOS RECURSOS que a cidade tem, e a PARTICIPAÇÃO SOCIAL, que é o envolvimento de toda a comunidade. Precisamos cuidar da natureza que nos cerca e do povo vicentino.


Promover a Educação Ambiental

em todos os setores da sociedade: munícipes, instituições públicas e privadas, empresas e outros;

Incentivar o Turismo Comunitário

(ecoturismo) na zona rural e próxima às áreas de preservação da cidade;

Readequar o processo de Coleta Seletiva

com estímulo às cooperativas de reciclagem, ao uso de compostagem urbana, e incentivo à logística reversa;

Recuperar as condições das praias

rios, mangues e Mata Atlântica em parceria com a CETESB, SABESP, IBAMA e Universidades (pesquisa);

Arborizar os bairros da cidade

e recuperar praças para dar mais qualidade ambiental e a paisagem urbana;

Combater crimes ambientais

com o fortalecimento da Guarda Municipal;

Ampliar serviços e programas de saúde e defesa animal.